Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Mea culpa à socialista

por Virgilio Alves, em 27.10.11

Num acto de hetero-auto-avaliação o socialista Hugo Cristóvão fez uma análise no seu blogue sobre os "dois anos de coisa nenhuma" que os ilustríssimos detentores dos cargos públicos por eleição têm vindo a fazer em Tomar e escreve mesmo que inclui nesse grupo com "com sentimentos que não vou agora classificar" e, "principalmente também porque é muito provável que brevemente venha a tecer considerações mais profundas e a agir em consequência."

 

Só não disse a razão de não o fazer actualmente ou até mesmo mais cedo, pelo meio vai escrevendo que já tinha dado conta do seu pensamento "aqui e ali", seja qual for a razão, contra factos não há argumentos: participou de uma lista cujos candidatos eleitos são co-responsáveis pela gestão efectuada ao município até agora, não só participou como silenciou todo o seus discurso público contra o PSD, efectivamente Hugo Cristóvão é tão responsável pela situação de Tomar como todos aqueles que permitiram que o PSD fizesse tudo aquilo que quis e quer fazer.

 

É por isso que o hoje mais do que nunca é imperativo dizer, afirmar e constatar que tal como o PSD, o Partido Socialista tem que ser afastado da Câmara Municipal de Tomar e as razões são mais do que óbvias, o PS levou à letra e em exaustão o ditado que diz que se não os podes vencer, junta-te a eles e, se não fosse pela magnifica actuação do seu colega de partido e vereador, Luís Ferreira, o PS até gozava de mais protagonismo.

 

O Partido Socialista de Tomar é o exemplo mais flagrante do que é colocar os interesses partidários à frente dos interesses municipais, em troca de dois vereadores a tempo inteiro serve de almofada protectora do PSD, de brinquedo do PSD e, pior ainda, de marioneta do PSD. Desdobrando-se e enrolando-se numa teia de incongruências, falsas promessas, atropelos ao seu programa e o discurso anterior, um sem fim de nulidades e, mais do que tudo, uma força política vendida, que envergonha qualquer democracia, uma força que muda consoante os resultados eleitorais, uma força que urge manter afastada de qualquer posição dominante a bem do Município de Tomar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:04




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D