Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Luís Ferreira: Um pelouro de 2.936€

por Virgilio Alves, em 26.10.11
Luís Ferreira ganha 3000 €

"Tomar: vereador manda retirar bancos em frente ao quartel dos bombeiros", noticiava o Jornal "O Templário" no dia 18 do corrente mês, por ordem do vereador Luís Ferreira (Partido Socialista) argumentava que a situação que se assistia até à data da usual imagem de bombeiros ali sentados mesmo à entrada do seu quartel e, que no seu entender, tal facto fazia transparecer uma certa imagem de "laxismo" por parte desses bombeiros. Dizia e diz Luís Ferreira.

 

 

Para Luís Ferreira, a crise de valores que assistia parece não ter tanta importância como a crise financeira dos tempos actuais que à maioria da população realmente atemoriza, de facto, não haja dúvida que o que mais importa nestes tempos conturbados de ruinosa gestão autárquica é a pretensa má imagem de pessoas que dão a vida pela vida e património alheio, em grande parte em regime voluntário, de estarem sentadas à porta do quartel o que realmente importa.

 

Curioso é Luís Ferreira, incansável no seu blogue a publicar as contas camarárias, considerar imoral os bombeiros se sentarem à porta do quartel e não considera, imoral, profundamente anti-ético e de falta de respeito o facto de ele próprio estar a receber da Câmara Municipal de Tomar a módica quantia de 2.936€ (588.615$00) e ainda carro da autarquia, despesas diversas e ajudas de custo.

 

O Sr. Vereador Luís Ferreira custa aos cofres da Câmara Municipal de Tomar e, por conseguinte, aos munícipes e contribuintes, 3.000€ mensais incluindo subsídio de férias e outras regalias, para se ocupar a tempo inteiro do enorme e extenuante esforço de dirigir um e um só pelouro. É pois caricato que a figura desse Sr. faça juízos morais e de valor quando ele próprio é uma imoralidade no quadro de uma câmara ultra endividada.

 

Já é de há muito os surtos de moralismo do Sr. Vereador Luís Ferreira, moralismo imorais, diga-se em abono da verdade, casos como o de Lobo Antunes, entre outras pérolas, vêm tipificando a mediocridade daqueles que estão à frente do município, que deles tiram proveitos próprios e açambarcam recursos e, feitas as contas, o retorno é nulo ou a tender para zero. É realmente pena que o Sr. Luís Ferreira não comente no seu blogue os gastos da autarquia com a sua vereação, os seus gastos ao "serviço" da câmara bem como dos assessores e similares. Quais os proveitos que justificam a presença de um vereador a tempo inteiro com unica e exclusivamente um pelouro, o da protecção civil?

 

É uma pergunta fácil e de resposta curta, nenhuns, num concelho com menos de 40.000 habitantes, gastar mais de 3.000 euros com um vereador para um único pelouro é no mínimo uma afronta ao poder local, à democracia e ao estado actual do país e dos cidadãos. Numa altura onde se critica o tamanho do Estado, os gastos imprudentes, inconsequentes, muitos deles criminosos e, incompetentes, existir um caso como o do Sr. Luís Ferreira é uma nódoa que a todos nós nos tinge de vergonha e revolta.

 

Os negócio do PSD e do PS estão à vista de todos, uma câmara usurpadora dos dinheiros públicos sem eira nem beira, governada por cunhas e jogos políticos, cheia de dívidas e sem projectos ou planos. Um concelho desprovido de futuro, sombrio e cinzento, de onde todos fogem e os velhos do Restelo nabantino deitam vivas à áurea mística de um passado económico que há mais de 30 anos, praticamente desde o 25 de Abril, não existe, uma sociedade que finge progressos à sombra do Instituto Politécnico e cujo real labor está perto de valer nada. Nada se faz, nada se constroí e alguns tudo "roubam", porque se as aspas falassem diriam que aqui, roubar é legal.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:17




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D