Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Universo Thomar Vrbe chega ao Twitter

por Virgilio Alves, em 03.08.09

Pode acompanhar agora as notações do Thomar Vrbe e Tomar Sentido no Twitter.

 

Thomar Vrbe no TwitterTwitter

 

http://twitter.com/Thomar_Vrbe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:09


Universo Thomar Vrbe chega ao Twitter

por Antigo Mail, em 03.08.09

Pode acompanhar agora as notações do Thomar Vrbe e Tomar Sentido no Twitter.

 

Thomar Vrbe no TwitterTwitter

 

http://twitter.com/Thomar_Vrbe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:54


ET QVO NON ASCENDET?

por Antigo Mail, em 02.08.09

   ATÉ ONDE SUBIRÁ? É a pergunta que eu faço para duas ilustres figuras, desta medíocre cidade, não querendo de forma generalizar o termo a toda a população mas somente àquela cujo voto foi no sentido da hecatombe nabantina, este desastre de gestão do gabarito dos ilustríssimos senhores de "boas famílias" cá do bairro. E quem são essa figuras? Falo obviamente dos senhores Ivo Santos e José Serra, que pelas razões iguais em campos e ideologias diferentes operaram neste últimos dias aqui por Tomar. O leitor certamente pergunta-se: "-Mas o que é que o pais tem que ver com o que se passa em Tomar?", o país nada tem que ver (…) ou será que tem? O que é certo é que deve ser visto por todos (digo o máximo de gente possível) a "rebaldaria" que por aqui grassa, mas não é só cá, tenho a certeza.

 

   Mas para que o leitor possa ajuizar a estirpe que aqui lhe vou apresentar, começo por fazer um pequeno prólogo da situação, bem rápida por sinal, comecemos pelo Sr. Ivo Santos, foi vereador pelo PSD nas maiorias que "infelizmente" lhes deram em Tomar, primeiro com o não menos ilustre Sr. António Paiva, que abandonou a presidência para ir gerir o QREN (espero que não faça a gestão do QREN como fez em Tomar, o país não merece outra brilhante ineficácia de gestão) e depois com o Sr. Corvelo de Sousa, que a bem da verdade ainda não se lhe observou uma estratégia ou um rumo, apenas umas inaugurações a meio gás (que nem o Sr. António Costa veio, apesar de ser anunciado como se da visita do Papa se tratasse), ou uns planos meio futurísticos em termos turísticos, que para já não passam de miragens (o ministro Mário Lino ainda não veio ver estas miragens), miragens foi o que os tomarenses ficaram a ver do Polis, miraram os planos bonitos no papel, mas não em 3D. Enfim, é este o ambiente de onde provém a figura do Sr. Ivo Santos.

 

   Acontece é que o casamento de Ivo Santos com o PSD terminou, e Ivo Santos divorciou-se do PSD, mas já está de relação marcada, imagine-se, com o CDS-PP, um curva e contra-curva à direita. Mas atenção que as guinadas á direita por cá podem ser ainda mais espectaculares. Ivo santos admite (e é nesta parte que concordamos) que o PSD em Tomar está à deriva, parece um quebra-gelo no pólo à deriva sem rumo certo, sem eira nem beira, mas o que me admira é como é que só agora é que se apercebeu disso, será que é por os "camaradas" o terem colocado uns lugares mais abaixo? O certo é que talvez tenha caído em desgraça perante o PSD e a queda parece ter iluminado as ideias. Fica a questão? Tanto mais que afirma pouco tempo depois da sua desvinculação o seguinte: "-Hei-de ser presidente da Câmara (…)" em palavras proferidas pelo próprio. E de seguida surgem notícias de que é o cabeça de lista à CMT pelo CDS-PP.

 

   Mas como disse há guinadas ainda mais espectaculares, bem, talvez não sejam tão espectaculares se o leitor tivesse observado o que se tem vindo a passar. Falamos de José Serra, cujo prólogo passo a descrever: destacado membro do Partido Comunista Português, desde sempre que se lhe conhece esse vínculo, tendo sido várias vezes eleito para a Junta de Freguesia de Carregueiros, uma localidade próxima a Tomar, mas desde há uns tempos, tem-se vindo a notar algo de diferente na relação deste entre este e a CDU, que culminaria com a retirada de confiança da CDU local a José Serra, quando este se coloca ao lado do PSD numa importante votação sobre o Carta Escolar, é que a questão prende-se com o seguinte, a proposta fora aprovada com mais um voto, voto esse em número ímpar, quando houve presidentes de junta do próprio PSD a votar contra, foi o voto de José Serra (CDU) que permitiu a aprovação da Carta Escolar. Todos podem questionar se foi ou não a decisão certa, na minha óptica sacrificar o resto do município e as restantes freguesias, foi um acto de egoísmo que não cai bem a um membro, repito a palavra: Membro do Partido Comunista Português (onde está a igualdade?). Este foi o panorama de José Serra.

 

   O que se segue foi um espanto, pelo menos para mim, José Serra aparece como cabeça de lista pelo PSD, não sei se desvinculou do PCP, caso não o tenha feito, eu sou categórico, para mim determinaria expulsão. O caricato disto é uns a fugir do PSD outros a entrar, no meio disto ficam as curvas e contra-curvas políticas. Infelizmente quem perde é o concelho, só tenho pena é que os munícipes não se apercebam disso. Como de resto este jogo de "trocas e baldrocas" começa a atingir proporções elevadas em Tomar, além disso começa a existir uma nova classe de políticos, os Ex-quaquer coisa. Que se juntam em movimentos de independentes. No meio disto tudo, viva o tacho, não é?

 

IN: HTTP://ELEICOES2009.INFO

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:11



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D