Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Um concurso, uma ideia, um projecto...

por Antigo Mail, em 05.06.08

Concurso Cidades Criativas    concretizar um ideal de mudança, definir objectivos, etapas e metas; e participar, concorrer não no sentido estrito da palavra, mas no seu sentido mais amplo e global, o convívio entre todos, que assegurou um fantástico desfecho em Aveiro e que mostra que por pior que esteja o país, que seja difícil contrariar a conjuntura, e soltarmo-nos desta força que parece querer empurrar-nos para baixo e desinsentivar-nos e colocarmo-nos na mais pura inércia, ainda depois de tudo isto, o que se passou ontem em Aveiro é uma lufada de ar fresco, um aviso de que não esmurecemos e não nos fomos abaixo. Que ainda há vontade de mudar, de expressar opiniões, conjugar esforços, MUDAR, mudar mentalidades, pensamento, acções, metas e etapas. Exprimir um sorriso para o futuro, mesmo que lá fora o petróleo continue a aumentar; E depois? Será o fim do mundo? Será tão mal viver em Portugal? Não, obviamente que não e como tal é urgente pensar, planear, intervir e concretizar.

   O Concurso Cidades Criativas foi um aglutinador destas acções, de projectos e ideias, planos e pensamentos, não pôs meio mundo a pensar, mas pôs Portugal a pensar, do Minho ao Algarve, do Litoral ao Interior, aos Açores e à Madeira, a Cultura, a Economia, a Urbanização, a Ciência, o Ambiente e a Socieade caminharam em uníssono para tornar, mais ricas, mais dinâmicas e mais criativas as nossas cidades e tudo o que elas representam para todos nós. As cidades que é como quem diz: Cidades, Vilas, Aldeias e lugares são o espelho do pensamento da sua comunidade, em comunhão com a sua história, tipologia, localização e ambiente que caracteriza e as torna únicas no universo e todas sem excepção alguma dão um contributo para o país e para o mundo, nalgum lugar do tempo es espaço nas nossas cidades foram tomadas decisões que voluntariamente ou involuntariamente moldaram o mundo.

   É com este legado que nós Portugueses uma nação plurisecular não podemos encolher is ombros e assistir à hipotética ruína do nosso país. A Universidade de Aveiro, a APPLA e todos os envolvidos no Cocncurso Cidades Criativas fiizeram um óptimo trabalho.

   Os projectos cristivos e inovadores que foram lançados darão sem dúvida um enorme contributo para as suas localidades.

   A recta final electrizante do concurso foi para nós Thomar Vrbe um misto de ansiedade a tristeza, ânsia de terminar e entregar o projecto, reflexo do términus do ano lectivo e a tristeza de não mais participar, mas passado já um dia do fim do concurso há no ar uma espécie de sentimento nostálgico pelo que representou este concurso.

   Assim o grupo Thomar Vrbe saúde a organização e em especial o Professor José Carlos Mota, os vencedores e os restantes e aplaudirá ainda mais aqueles que conseguirem efectivamente colocar em prática o seu projecto, porque será mais vantajoso que as autarquias tentem pegar nessas propostas e concretiza-las.

   A TODOS VÓS AS NOSSAS SAUDAÇÕES.

   Thomar Vrbe - João Cunha; João Pinto; Miguel Domingos; Pedro Mano e Virgilio Alves.

 

   PS - Esperamos encontrarmo-nos todos no final da próxima edição em Aveiro, para constatarmos que mais e mais alunos se irão inscrever e observar o sucesso desta  iniciativa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34



calendário

Junho 2008

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2006
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D